quinta-feira, 30 de junho de 2022

MENSAGEM JUNINA = MULTICAR VEICULOS

 

MENSAGEM JUNINA = MULTICAR VEICULOS

SÃO JOÃO DE CARRO SEMINOVO É NA EXITUS VEICULOS NA AV. INACIO TOSTA FILHO

 

SÃO JOÃO DE CARRO SEMINOVO É NA EXITUS VEICULOS NA AV. INACIO TOSTA FILHO

MENSAGEM JUNINA = ADILSON SILVA O AMIGO DA BAHIA E DO BRASIL

 


 VIVA SÃO JOÃO E SÃO PEDRO.

  FESTA JUNINA É CULTURA. É TRADIÇÃO É NODESTE/.

  BRINQUE COM MODERAÇÃO, NÃO SOLTE FOGOS.

  UMA MENSAGEM DO SEU AMIGO; ADILSON SILVA

NEIDE DE CARLITO ; MENSAGEM ITAPEDRO EM ITABUNA

 

NEIDE DE CARLITO ; MENSAGEM JUNINA

MENSAGEM JUNINA ; GEORGE O GORDINHO DA FAVELA

 

MENSAGEM JUNINA ; GEORGE O GORDINHO DA FAVELA

Wenceslau Júnior pede mais segurança para os motoristas de aplicativo

 

Atendendo a uma reivindicação dos motoristas de aplicativos da Região Sul da Bahia feita durante uma reunião no último dia 22/06, o pré-candidato a deputado federal (PCdoB) Wenceslau Júnior se encontrou, hoje à tarde, com o comandante do 15º Batalhão de Polícia coronel Ferreira Lopes e alguns representantes da classe para discutir a segurança dos mesmos. “Tudo o que eles querem é trabalhar com segurança e voltar para casa com tranqüilidade e o sustento da família”, explicou o pré-candidato, lamentando as tragédias envolvendo os motoristas de aplicativos, na última semana em Itabuna e Ilhéus.

Na ocasião, visando a reforçar a segurança dos referidos trabalhadores foi aprovado um plano de ação para intensificar as abordagens, disponibilizado um canal direto para agilizar as informações, além da realização de um seminário para debater a pauta da segurança dos motoristas e passageiros. “As medidas pretendem conter o aumento de roubos, seqüestros e latrocínios, praticados contra motoristas desse tipo de serviço e garantem mais proteção a motoristas e passageiros durante as viagens”, explicou Wenceslau Júnior, agradecendo ao coronel Ferreira Lopes pelo pronto atendimento do 15º Batalhão de Polícia às solicitações dos motoristas.

 

Estiveram presentes na reunião, o presidente da Associação dos Motoristas de Aplicativos Alex Ferreira dos Santos, do vice-presidente Fabio Fernando da Silva Oliveira, do tesoureiro José Santa Fe Borges, do membro do conselho fiscal Layla Moniker Santos Sousa, do diretor de habitação José Edson Souza da Silva e do membro do Instituto da Promoção da Igualdade Gilson Costa.

Bolsonaro Nomeia Secretária Da Economia Para A Presidência Da Caixa

 

Bolsonaro nomeia secretária da Economia para a presidência da Caixa

A secretária de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, Daniella Marques, foi nomeada nesta quarta-feira (29) a nova presidente da Caixa Econômica Federal. A nomeação foi feita pelo presidente Jair Bolsonaro.

Daniella substitui Pedro Guimarães, que pediu demissão após denúncias de assédio sexual. A exoneração de Guimarães e a nomeação de Daniella Marques foram publicadas no final da tarde em edição extra do “Diário Oficial da União”.

Histórico

A economista Daniella Marques está no governo Bolsonaro desde o início do governo. De acordo com o G1, ela é uma das assessoras de maior confiança do ministro da Economia, Paulo Guedes. Ela começou como chefe da Assessoria Especial de Assuntos Estratégicos, em janeiro de 2019. Da equipe original de Guedes, grande parte já deixou o governo. (bahia.ba)

Após anunciar que voltaria a ser mendigo, Givaldo é visto nas ruas de Brasília pedindo esmola

 IMG_7070-22


Em vídeo publicado nas suas redes sociais com flashs pedindo esmola e dormindo nas ruas, internautas comentaram que o viu nas ruas de Brasília pedindo esmola, e que a informação foi confirmada pelo seu próprio empresário.
Givaldo Alves usou as redes sociais na última semana para anunciar que voltaria a ser mendigo por não ter tido o apoio das pessoas após exposição dos supostos crimes que cometeu no passado.

Em vídeo publicado nas suas redes sociais com flashs pedindo esmola e dormindo nas ruas, internautas comentaram que o viu nas ruas de Brasília pedindo esmola, e que a informação foi confirmada pelo seu próprio empresário.
“Eu o vi nas ruas de Brasília pedindo esmola, é triste que isso tenha acontecido novamente, fiquei com muita pena”, disse um. “Conheço pessoas de Brasília que relatou que ele voltou para as ruas sim, e o próprio empresário confirmou”, disse outro.

Givaldo ficou famoso após ser flagrado mantendo relações sexuais com esposa de personal trainer. 

Ainda com dores na coluna, Wesley Safadão cancela apresentações na Bahia

 

O cantor Wesley Safadão anunciou nesta quarta-feira (29) que se afastará dos palcos temporariamente por causa de uma hérnia de disco. Com isso, os shows que o artista faria em Salvador, Eunápolis e Itiruçu foram cancelados. No São João, Safadão também sentiu fortes dores na coluna e não conseguiu cumprir a agenda de shows na Bahia. Dessa vez, todos os compromissos da agenda do cearense foram cancelados até o dia 6 de julho. Safadão participaria dos festejos de São Pedro no Parque de Exposições de Salvador na sexta-feira (1º). No mesmo dia, se apresentaria no ‘Pedrão de Eunápolis’, na cidade localizada no sul da Bahia. Os shows das duas cidades seriam gratuitos para o público.O cantor também era uma das atrações do Forró Coffe, festa privada em Itiruçu marcada para sábado (2) . O preço dos ingressos do evento variavam entre R$ 120 e R$ 570. Os eventos ainda não divulgaram se o artista será substituído ou se os eventos acontecerão com um show a menos do que o previsto.

No final de semana, Safadão já havia cancelado apresentações em quatro cidades baianas. O cantor se apresentaria em Santo Antônio de Jesus, Cruz das Almas e Conceição do Jacuípe no sábado. E no domingo (25), ele faria show na cidade de Ibicuí, na Bahia. (G1)

Bahia é o segundo estado com mais mortes violentas do Brasil

 

A percepção de que a violência tem cada vez mais tomado conta do cotidiano dos baianos não é novidade para a maioria da população do estado. Dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública divulgados na terça-feira (28), apontam que das 30 cidades com mais mortes violentas no país, cinco estão na Bahia. Todos os municípios estão localizados na região sul do estado e representam 16,7% das localidades com mais mortes violentas do Brasil entre os anos de 2019 e 2021. O estado tem a maior taxa de mortes violentas do país. Para rankear as cidades, o Anuário Brasileiro de Segurança Pública analisou a taxa de mortes violentas a cada 100 mil habitantes. As cidades da Bahia e suas respectivas taxas são: Aurelino Leal (144,2), Jussari (120,9), Itaju do Colônia (111), Wenceslau Guimarães (103,3) e Santa Cruz Cabrália (102,6). A categoria de mortes violentas diz respeito à soma de vítimas de homicídio doloso, latrocínio, lesão corporal seguida de morte e mortes decorrentes de intervenções policiais em serviço ou fora.

A Bahia como um todo registrou 44,9 mortes a cada 100 mil habitantes em 2021 – o que representa um aumento de 0,1 pontos percentuais em relação ao ano anterior. É a maior taxa para o estado desde de 2017, quando foram 45,5 vítimas a cada 100 mil pessoas. A capital baiana, segundo o levantamento, é a segunda que mais registrou mortes violentas em 2021, com taxa de 55,6. (Correio)

Pedro Guimarães oficializa pedido de demissão em reunião com Bolsonaro

 

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, teve o seu pedido de demissão aceito em um encontro com o presidente Jair Bolsonaro (PL), na tarde desta quarta-feira (29). Na carta, ele disse que não teve tempo para se defender é que é alvo de uma “situação cruel, injusta, desigual e que será corrigida na hora certa com a força da verdade”. A decisão de sair da presidência da Caixa ocorre depois de denúncias de assédio sexual que Guimarães teria cometido com funcionários do banco. Pedro ainda atua como Presidente dos Conselhos de Administração da Elo, Caixa Seguridade, Caixa Cartões e Caixa Asset. A secretária de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, Daniella Marques deve substituir Guimarães na presidência da Caixa. Desde fevereiro, ela chefia a pasta. (Bahia Notícias)

BAHIA: Garota pede carona a amigo vindo de festa e morre após carro capotar na BA-120

 2621


Uma jovem morreu e outras pessoas ficaram feridas em um acidente na manhã desta quarta-feira, 29, o acidente aconteceu na BA-120, aproximadamente 5 km da cidade de Monte Santo, no trecho que passa em frente a igreja do povoado de Tapera.
De acordo com informações não oficiais e relato de populares três jovens retornavam de uma festa que ocorreu no povoado de Lagoa das Pedras e a jovem pediu uma carona ao amigo para retornar a cidade de Monte Santo, foi quando o jovem que vinha dirigindo o veículo Pálio de placa JHV-1039 acabou perdendo o controle, capotou e rolou na ribanceira, a jovem que vinha no banco de trás acabou batendo a cabeça com o impacto e não resistiu aos ferimentos vindo a falecer no local antes da chegada do socorro que chegou rapidamente devido a proximidade com a cidade.
A cidade de Monte Santo acordou em choque com o ocorrido a jovem Dangela Alves tinha 22 anos e é natural do povoado de Genipapo de Cima, atualmente trabalhava na clínica Vida localizada em Monte Santo.
acid-1_1656527871

acid-2_1656527896

acid-3_1656527908
Fonte: MonteSanto.net

Bolsonaro Muda De Novo Discurso E Agora Diz Que Não Há ‘Corrupção Endêmica’ No Governo

 

Bolsonaro muda de novo discurso e agora diz que não há ‘corrupção endêmica’ no governo

O presidente Jair Bolsonaro (PL) mudou de discurso nesta quarta-feira (29) e admitiu que pode haver casos de desvio de verba pública no governo federal.

Até então, o chefe do Executivo descartava a possibilidade de existirem episódios de corrupção no governo. Agora, complementou a frase que costuma usar e disse que podem existir atos ilícitos, mas que não há “corrupção endêmica” na sua gestão.

“No governo, não temos nenhuma corrupção endêmica. Tem casos isolados que pipocam e a gente busca solução para isso”, afirmou em palestra a empresários em evento da CNI (Confederação Nacional da Indústria).

A afirmação ocorreu uma semana após o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro ser preso pela Polícia Federal.

Ele foi detido em uma operação que investiga uma suspeita de balcão de negócios no Ministério da Educação e na liberação de verbas do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação).

Uma dia depois, foi libertado por um magistrado de segunda instância.

Senadores articulam a instalação de uma CPI para apurar as denúncias relativas ao MEC. O presidente demonstrou preocupação com eventual criação de comissão sobre o tema.

“CPI quase saindo aí de assunto que parece que está enterrado. Mas quando abre CPI abre mar de oportunidades para oportunistas fazerem campanha contra a gente”, disse.

Bolsonaro vem adaptando o discurso sobre o tema desde maio. Ele costumava ser categórico sobre a inexistência de corrupção em seu governo. Diante de denúncias surgidas nos últimos meses, passou a dizer que não havia “denúncias consistentes” de desvios de verba pública.

Na palestra, o presidente ignorou as denúncias de assédio sexual contra o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães. O chefe do Executivo discursou por mais de 25 minutos e não mencionou o assunto.

A revelação de um balcão de negócios no Ministério da Educação e de suspeitas em contratos e na distribuição das bilionárias verbas das emendas parlamentares enfraquecem cada vez mais o discurso eleitoral repetido por Bolsonaro e aliados de que o governo federal está há três anos sem registrar casos de corrupção.

Os recentes escândalos que derrubaram Milton Ribeiro da Educação se somam a suspeitas antigas, à aliança com o outrora execrado centrão e à metódica ação nesses três anos para barrar investigações e esvaziar órgãos de fiscalização e controle.

O combate à corrupção foi usado por Bolsonaro como plataforma política na campanha presidencial. Em novembro de 2018, após eleito, Bolsonaro afirmou que ministros alvo de acusações contundentes deveriam deixar o governo, o que não se concretizou na prática.

O ministro Marcelo Álvaro Antônio (Turismo), por exemplo, seguiu no governo após ter sido indiciado pela Polícia Federal e denunciado pelo Ministério Público de Minas sob acusação de envolvimento no caso das candidaturas laranjas do PSL.

Desde que assumiu a Presidência, Bolsonaro contesta ações de órgãos de controle para investigar seu núcleo familiar, por exemplo. (BN)

Lula, Bolsonaro e Ciro participam das celebrações da Independência da Bahia

 

Após dois anos sem a realização do cortejo cívico por conta da pandemia, as celebrações da Independência da Bahia, que acontecem no dia 2 de Julho, terão ares de campanha presidencial no próximo sábado. Os três primeiros colocados na última pesquisa Datafolha, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Jair Bolsonaro (PL) e Ciro Gomes (PDT), confirmaram presença e estarão em Salvador no mesmo dia. Os três estarão em eventos distintos em celebração ao 2 de Julho, mas que acontecem em regiões não tão distantes. Ciro e Lula estarão a cerca de um quilômetro de distância um do outro, enquanto o evento com Bolsonaro terá ponto de partida a cerca de cinco quilômetros dos locais onde estarão os candidatos do PT e PDT. O trio estará em um raio de 3,4 quilômetros de distância. Lula não deve participar do ato cívico nas ruas de Salvador. Mas estará próximo, na Arena Fonte Nova, estádio que recebe grande eventos em Salvador. A iniciativa está sendo chamada de Grande Ato da Independência, com previsão de começar às 10h30, logo após a caminhada do 2 de Julho. (G1)

quarta-feira, 29 de junho de 2022

MENSAGEM JUNINA ; GEORGE O GORDINHO DA FAVELA

 

MENSAGEM JUNINA ; GEORGE O GORDINHO DA FAVELA

NEIDE DE CARLITO ; MENSAGEM JUNINA

 

NEIDE DE CARLITO ; MENSAGEM JUNINA

MENSAGEM JUNINA = ADILSON SILVA O AMIGO DA BAHIA E DO BRASIL

 


 VIVA SÃO JOÃO E SÃO PEDRO.

  FESTA JUNINA É CULTURA. É TRADIÇÃO É NODESTE/.

  BRINQUE COM MODERAÇÃO, NÃO SOLTE FOGOS.

  UMA MENSAGEM DO SEU AMIGO; ADILSON SILVA

Governo Libera Verbas E Prepara Ação No STF Para Barrar CPI Do MEC

 

Governo libera verbas e prepara ação no STF para barrar CPI do MEC

O governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) deflagrou uma operação para tentar barrar a abertura da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Ministério da Educação no Senado. São duas frentes de atuação: a liberação de verbas do orçamento secreto para garantir apoio parlamentar contra a investigação e uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para impedir que a CPI seja instaurada.

O pedido de instalação da CPI foi protocolado pela oposição na Casa nesta terça-feira, 28. O requerimento conta com 31 assinaturas, quatro a mais do que o mínimo exigido, de 27. As assinaturas, no entanto, podem ser retiradas até a leitura do documento em plenário pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG). A existência do gabinete paralelo no MEC foi revelada pelo Estadão em março.

Neste ano, o governo já liberou o pagamento de R$ 5,8 bilhões em verbas do orçamento secreto, 35% do total de R$ 16,5 bilhões. A liberação acompanha datas estratégicas para o Palácio do Planalto. Somente nos dois dias após a prisão de Milton Ribeiro, que aumentou a pressão pela CPI, foram R$ 3,3 bilhões empenhados, o que corresponde a 20% do previsto para o ano inteiro. O mesmo movimento ocorreu no dia 14 de junho, em meio à votação da proposta que impõe um limite para a cobrança de impostos sobre os combustíveis, quando o Executivo liberou R$ 1,8 bilhão em emendas de relator, base do orçamento secreto.

A liberação dos recursos, segundo aliados do governo, poderá ajudar a convencer senadores e retirar a assinatura. Pelo menos dois nomes estão na mira: Eduardo Braga (MDB-AM) e Alexandre Giordano (MDB-SP). Ambos apresentaram emendas no orçamento secreto.

A prisão do ex-ministro da Educação Milton Ribeiro e a suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro na operação que investiga o gabinete paralelo da pasta aumentaram a pressão pela instalação da comissão no Senado. Os senadores querem investigar a atuação de pastores com o controle da agenda e do pagamento de recursos do MEC.

No Senado, o governo escalou o ex-presidente da Casa, Davi Alcolumbre (União-AP), e o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, para a linha de frente da tropa de choque contra a CPI. Os dois agem para retirar assinaturas e impedir que mais senadores apoiem o pedido da oposição. Entre os argumentos citados por governistas nos bastidores estão a promessa de verbas, ataques à operação da Polícia Federal que prendeu Milton Ribeiro e os impasses do período eleitoral.

STF

Em outra frente de atuação, a bancada governista já apresentou um requerimento pedindo que o presidente do Senado dê preferência a outras CPIs e não instaure a do MEC. Esse movimento será seguido de uma ação no STF para cobrar de Pacheco a leitura de todos os pedidos de CPI protocolados na cúpula da Casa. Governistas querem a abertura de comissões para investigar obras paralisadas, narcotráfico nas fronteiras e a atuação de organizações não-governamentais na Amazônia, em uma estratégia para inviabilizar a CPI do MEC.

“Já comecei a cobrar respeito ao regimento. A CPI das ONGs tem preferência. Já foi atropelada uma vez pela CPI da Covid. Mesmo que o Supremo se meta indevidamente outra vez, vai ser difícil não instalar outras CPIs, e isso pode, sim, neutralizar”, afirmou o senador Plínio Valério (PSDB-AM), autor do requerimento que pede a instalação da CPI da Amazônia. Para ele, o presidente do Senado pode não instalar nenhuma comissão em função do período eleitoral.

Pacheco prometeu a interlocutores que a CPI do MEC será instalada se cumprir os requisitos formais, ou seja, número de assinaturas suficientes, fato determinado e orçamento disponível. O presidente do Senado, porém, dará algum tempo para a oposição conseguir mais assinaturas e também para o governo agir antes de ler o requerimento no plenário. Na prática, a retirada de assinaturas pode impedir a instalação. Pacheco garantiu, contudo, que não vai deixar o pedido na gaveta. O senador ainda deve conversar com os líderes partidários antes de uma decisão.

Estadão

TJ suspende pagamentos do Pedrão 2022 até Eunápolis explicar origem de recursos

 

Em decisão proferida na terça-feira (28), o Tribunal de Justiça da Bahia determinou que a Prefeitura de Eunapólis suspenda o processo de pagamentos com estrutura, iluminação, hospedagens, buffet relacionados ao “Pedrão” de 2022, até que a gestão comprove os gastos com a festa. O evento começa na quarta-feira (29) e se estende até o próximo domingo (3). O juiz de Direito Benício Mascarenhas Neto, da 3ª Câmara Cível do TJ-BA, deu prazo de 24 horas para que a prefeitura apresente a documentação comprovando que as despesas com o Pedrão estão dentro do limite orçamentário do município para gastos com eventos culturais e artísticos. Segundo o MP-BA, esse limite orçamentário é de R$ 3.664.000,00. Em caso de descumprimento, o município pode pagar multa diária de R$ 50 mil. A decisão do TJ-BA atende ao agravo de instrumento com pedido de antecipação de tutela contra a decisão da 1ª Vara de Fazenda Pública de Eunápolis, que indeferiu o pedido do Ministério Público do Estado da Bahia para que o município de Eunápolis suspendesse os pagamentos dos contratos relativos ao Pedrão que excedessem o valor total de R$ 3.664.000,00. (Bahia Notícias)

Brasil crescerá entre 3% e 4% nos próximos anos, diz ministro Paulo Guedes

 

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse hoje (28) que, em meio a um cenário global marcado por desaceleração e recessão, o Brasil vai pelo caminho oposto, com crescimento próximo de 2% em 2022, e de 3% a 4% nos anos seguintes. A afirmação foi feita durante a abertura do Painel Telebrasil Summit 2022, em Brasília. Segundo o ministro, estão sendo planejadas medidas visando a reduções significativas de tributos que incidem nos setores industriais, o que deverá compensar a perda de poder aquisitivo dos cidadãos, além de favorecer um novo ciclo de investimentos no país. No discurso, Guedes descreveu cenários extremamente pessimistas para o exterior e muito otimistas no âmbito interno. “A inflação começou a subir nos Estados Unidos e vamos ter de conviver com isso. Os Estados Unidos passaram por um longo ciclo de crescimento que chegou ao fim, enquanto nós, no Brasil, estamos saindo do centro de reabilitação, iniciando um ciclo de crescimento anual de 3% a 4 %, que será por vários anos, se continuarmos nesse ritmo”, disse. “Agora, não se assustem com os problemas lá de fora. Teremos alta de inflação nos Estados Unidos e teremos recessão. O barulho será ensurdecedor. Mas não para a economia brasileira, que é uma das mais fechadas do mundo. Faremos agora a reindustrialização do Brasil”, acrescentou.  (Agência Brasil)

Governo sanciona lei que devolve imposto cobrado na conta de luz

 

Os consumidores de todo o país terão desconto na tarifa de energia elétrica para atender o que determina a lei 14.385, publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (28). A medida atende a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal), que julgou inconstitucional a cobrança de PIS/Cofins na luz. Aprovado pela Câmara no início deste mês, o projeto de lei com a possibilidade de devolução foi sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) sem nenhum veto. A medida altera legislação anterior de funcionamento da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) para permitir que a agência reguladora devolva os valores. A devolução deverá vir em reajustes menores nas contas de energia. A medida já teve efeitos em alguns reajustes. Este é o caso da Enel, que atende 7,6 milhões de unidades consumidoras em São Paulo e teve o aumento de 2022 aprovado pela agência nesta terça. Segundo detalhamento da Aneel, no caso do cálculo das tarifas da Enel, que terá reajuste médio de 12,04% a partir de segunda-feira (4), a devolução dos créditos de PIS/Cofins foi responsável por -8,70% na composição do índice de reajuste médio da operadora de luz. Caso contrário, o aumento seria maior, mas não foi informado o percentual. *Ler mais.

terça-feira, 28 de junho de 2022

Jitaúna: Acidente com três motos e um carro deixa um morto e dois feridos na BR-330

 

Um acidente no início da noite dessa terça-feira (28) envolvendo três motocicletas e um carro deixou um morto e dois feridos na BR-330, imediações do povoado de Vila Temão, no município de Jitaúna.

De acordo com as informações apuradas no local pela reportagem do Giro, a vítima fatal foi identificada como Cleber Vieira Brito, de 35 anos. Ele conduzia uma das motocicletas e morreu no local.

Conforme as informações, Cleber trabalhava numa empresa prestadora de serviços à Atlantic Nickel, no município de Itagibá, e retornava para sua residência, na cidade de Jequié, quando colidiu em duas motos e em um automóvel modelo Peugeot, de cor prata. O motorista e os ocupantes do carro não ficaram feridos. Cleber deixa esposa e filhos.

Os dois motociclistas feridos foram socorridos por equipes do Samu e encaminhados para o hospital Geral Prado Valadares, em Jequié. Um deles sofreu fratura em uma das pernas e o outro escoriações. Ambos são moradores de Jitaúna. A causa do acidente não foi informada. (Giro Ipiaú)

Ubatã: Cinco pessoas ficam feridas em grave acidente na região rural de Dois Irmãos da Mata

 

Cinco pessoas ficaram feridas num acidente automobilístico na tarde desta terça-feira (28) na “ladeira de Elias Ferreira”, na região rural de Dois Irmãos da Mata, à cerca de 7km do município de Ubatã. Conforme apuração do Ubatã Notícias, o veículo – uma Hilux pertencente a uma empresa de cacau – perdeu os freios após descer a ladeira. A caminhonete se precipitou e caiu numa ribanceira de cerca de 6m. Com o acidente, o veículo ficou destruído.

O Serviço de Atendimentos Móvel de Urgência (SAMu), acompanhado da Polícia Militar, esteve no local e prestou socorro aos feridos ao Hospital César Monteiro Pirajá. Em seguida, três das vítimas foram transferidos para Hospitais de Itabuna. Uma das vítimas está em processo de estabilização. O condutor do veículo sofreu algumas escoriações. Pelo menos duas das vítimas tem quadro de saúde delicado. (Ubatã Notícias)

BARRO PRETO: Sucesso de público e organização chamam atenção no São João Raiz do município.

 


4 dias de muita festa, alegria, gente bonita e tranquilidade em Barro Preto com o São João Raiz do Povo e para o Povo e antes mesmo da semana do São João, a cidade já respirava os festejos juninos e toda a decoração já tomava forma para que a festa acontecesse em um ambiente lindo e toda a população se fizesse presente.

O prefeito Juraci da Saúde destaca toda o planejamento e trabalho realizado para os 4 dias mais aguardados de Junho:“Tem que ter coragem porque não é fácil fazer 4 dias de festa. É muito planejamento, reuniões com equipe, trabalho dobrado para que tudo saia da melhor maneira possível. Mas é gratificante olhar para tudo pronto, ver o povo se divertindo e a cidade bonita como deve ser. Barro Preto merece e todo mundo estava contando os dias para reviver o São João Raiz na nossa cidade. Graças a Deus conseguimos também antecipar o salário dos servidores municipais, injetando no município a renda de cada um para que pudessem passar o São João com tranquilidade, curtindo a festa e movimentando a economia do município. ”

Além da grade com atrações regionais e nacionais durante os 4 dias, a festa contou com barracas de comidas e bebidas, das típicas até as mais tradicionais. Bem como com uma equipe de segurança, polícia militar, corpo de bombeiros e brigadistas, guarda civil municipal, equipe da saúde com enfermeiras, médico e ambulância disponíveis durante toda a festa para garantir tranquilidade e segurança para todos presentes.

Uma festa para deixar saudade e o gostinho de quero mais para quem viveu momentos lindos durante as 4 noites de São João em Barro Preto. 2023 promete! 

As fotos e vídeos de cada dia estão disponíveis nas redes sociais oficiais da prefeitura:
www.instagram.com/barropretoprefeitura

Confira a grade de artistas que abrilhantaram o evento:

Dia 23 | Quinta-Feira

Cintura de Pote

Pipoco do Trovão

Triângulo Baiano

Xamego a Mais

 

Dia 24 | Sexta-feira

Paulinha Vila

Netinho do Forró

Amor à Dois

Digo Martins

Galera do Love

 

Dia 25 | Sábado

Apolo Cigano

Xote Apimentado

Tony Fernandes

SinhoFerrary

 

Dia 26 | Domingo

Farofa de Cuscuz

Caninde

Rei do Piseiro

Neto Santana